Fusão

17.5.13
Há uns tempos li qualquer coisa sobre os projectos de vida das pessoas precisarem de um longo caminho para amadurecerem, ou encontrarem a melhor forma de se exprimir. E parece-me que começo a saber exactamente o que isso quer dizer.
Quando recomecei a costurar, ou seja, quando me mudei para Lisboa, sentia que podia fazer alguma coisa "importante" com a máquina de costura e as agulhas de tricot, mas não sabia exactamente o quê. Por isso, fui aprender a fazer quilts, a tricotar meias, a costurar coisas que nunca tinha costurado antes. Viver a pouca distância da Retrosaria foi determinante nas minhas escolhas e no meu percurso, mas foram precisos quatro anos para que as minhas experiências se cruzassem com as do Jaime para nascer aquele que esperamos que venha a tornar-se o nosso projecto de vida.
Parece que tivemos uma ideia luminosa e pusemos mão à obra, não parece? Mas não, a Oporto Lobers andava nas nossas cabeças há anos, nós é que ainda não sabíamos disso.

9 comentários:

  1. Tudo de bom para o projecto! :)

    ResponderEliminar
  2. Também quero uma Oporto Lobers na minha cabeça... raios... será que tenho cabeça de alho chocho?

    ResponderEliminar
  3. Guarda-me um para o Verão, por favor !
    (e não havia coisas para comer também ?)

    ResponderEliminar
  4. Isso das ideias luminosas é como os elefantes bebés, precisam de estar em longa gestação :) Posso encomendar um saquinho com a lista de ingredientes de uma verdadeira francezinha?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bela ideia, gralha!
      Aceitamos encomendas, obviamente, mas ainda estamos a tentar perceber qual o PVP e à procura de etiquetas.

      Eliminar
  5. Fantástico!
    Parece que o caminho está traçado.
    Boa sorte!

    ResponderEliminar
  6. Boa sorte!!! Vai ser um sucesso!

    ResponderEliminar
  7. De manhã eu bou ao pão ♫ a saquinha bai na mão
    http://www.youtube.com/watch?v=rlJIhOHNL4g

    :D

    ResponderEliminar