Os meus três filhos

23.7.14
Na hora de vacinar as crias contra a hepatite e febre tifóide foi sem grande surpresa que assisti às reacções deles, por esta ordem:
Cria mais velha pede-me a mão, cheia de medo, com os olhos rasos de água, mas sem verter lágrimas.
Cria mais nova, ansiosa para ir "para dentro da tenda" (para trás das cortinas), salta para o meu colo e arregaça as mangas. Depois da picada choraminga e no fim abraça-me meio sentido, meio orgulhoso.
Cria do meio grita, esperneia, transpira, grita, grita, esperneia e diz que não quer vacinas, que não quer ir para Timor. Fazemos um ligeiro intervalo a ver se acalmava e se saía daquele estado de loucura. Nova investida e mais gritos, muitos gritos, mas desta feita sem demasiados esperneanços, o que permitiu sairmos de lá sem agulhas partidas, tal é a força desta criatura nestas situações.

4 comentários:

  1. Sim, Calita, e tu? Não contaste como correu o teu vacinamento! Aposto que as crias fizeram melhores figuras :p

    ResponderEliminar
  2. Ahahahaahaha - para os 2 comentários!
    E.....

    ResponderEliminar