MQTEC

23.11.11
Diz-se que há cada vez mais mães que ficam em casa (MQFEC) a tornarem-se mães que trabalham em casa (MQTEC)* e, apesar de achar e saber que é uma realidade, não consigo deixar de pensar como é que conseguem. É claro que a primeira coisa que me ocorre é que estas mães já têm os miúdos na escola, mas não, há um sem número de exemplos, incluindo no nosso lindo Portugal, que o desmentem.
O artigo da CNN apresenta vários casos de sucesso e diz que hoje em dia, ao contrário do que acontecia há uns anos, em que as mães se dedicavam às artes e crafts, há cada vez mais profissionais a trabalhar em áreas como o direito, marketing e coaching dos media, por exemplo.
Ora eu, que ainda estou no passado, fico astonished (a palavra vale por si, mesmo sem tradução) com isto tudo. É que ainda ontem consegui a proeza de costurar durante uma hora, de manhã, enquanto o bebé dormia. Mas para isso tive de deixar o Isaac rasgar uns quantos livros, acabar de riscar o bocadinho de parede que faltava, tirar TODO o tipo de tralha que estava dentro do armário e ainda deixá-lo vir ao meu colo ver a máquina a funcionar.
Depois, à noite, perdi duas horas a descoser o que tinha feito, porque, reparei nessa altura, estava tudo mal.


*tradução livre de SAHM (stay-at-home moms) e WAHM (work-at-home moms), apesar de estas expressões serem tão mais felizes em inglês do que em português.

9 comentários:

  1. Ou alguém me andou a esconder algo, e isso é feio. Ou isso são tratas. Conheço, sim, uma mãe que trabalha em casa, mas tem empregada a ajudar. Mesmo assim, em dias mais dificeis, de chuva e birras, nem assim consegue concentrar-se como queria.
    Ainda não te disse, mas tu, com o teu craft e os teus filhos de tenra idade, figuras no meu podium das super mulheres.

    ResponderEliminar
  2. Realmente não é uma coisa fácil. E já agora, é "astonished"! ;)

    ResponderEliminar
  3. Pfff, quem me dera, Carla...

    Obrigada, Marina.

    ResponderEliminar
  4. Sigo, com a boca aberta, os blogues de duas americanas WAHMs - http://aliedwards.com/ e http://makingitlovely.com/. Parece que sim, que dá. Mas também acho que têm ambas babysitters ou amas que ajudam uns dias por semana. Claro que os trabalhos delas, pelo que entendo, dão para serem feitos em casa.

    ResponderEliminar
  5. Também não acredito... Se calhar essas mães têm um aparelhinho traga-bebés que os silencia e paralisa, sei lá, tipo campânula, e que depois carregando num botão os devolve à vida!

    ResponderEliminar
  6. LOL, pois, realmente percebe-se que tenhas dificuldades em compreender como é que as outras mães conseguem. Eu tenho cá p mim que as WAHM (não podiam ser WHAM?????) têm empregadas domésticas :D

    ResponderEliminar
  7. Olha, pode ser que ajude ou dê pistas :
    http://blog.bigkidsmagazine.com/2011/11/rachel-power-introduces-mother-artist.html

    ResponderEliminar
  8. Olha, parece interessante mas ainda não me tirou a vontade de mandá-los para um colégio interno, ou mandar-me a mim.
    (Oh, na verdade eu não os quero longe de mim, ou melhor quero, mas algumas horas por dia, apenas)

    ResponderEliminar