E é isso

6.6.11
Então é assim: tenho uma babyvida mas não quero ter um babyblog e não sei se não deveria assumir que tenho três filhos e que estou em casa a educá-los, ou pelo menos a tentar, e fazer disso o meu métier, porque qualquer pessoa que se tenha metido nesta empreitada sabe o que casa gasta: ele são as refeições, as brincadeiras, o sono, largar a fralda, etc. etc.
É claro que podem vir para aqui argumentar que não tenho feito outra coisa e atirar-me à cara o número de posts com a  etiqueta filhos e tal, mas eu não tenho a doutora Soledade aqui em Lisboa e, portanto, demoro mais tempo a chegar a algumas conclusões.
Isto tudo para dizer que preciso de reflectir sobre o rumo do panados, porque de repente sinto que não tenho mais nada para dizer.

7 comentários:

  1. Um clássico ;)
    Beijos,
    Inês

    ResponderEliminar
  2. O conceito nada para dizer é altamente discutível. O que para uns é nada para outros é tudo e vice-versa. Além disso, só dizes isso porque andas podre de sono. O teu nada para dizer é muito melhor do que o meu nada para dizer, por favor continua a afirmar nulidades que eu gosto.

    Dora

    ResponderEliminar
  3. eu também gosto muito (^-^)

    p.

    ResponderEliminar
  4. não comeces!!!!! lá estás tu outra vez!!!!!

    ResponderEliminar
  5. A mãe que capotou08 junho, 2011 21:55

    Mau, mas isto não é um blogue culinario ?

    ResponderEliminar